Mais uma edição com do SindTalks! Projeto que busca dar voz para funcionários do ecossistema de inovação de Minas Gerais!

Nossa entrevistada é a Rafaela Dutra, desenvolvedora IOS da Ioasys, nossa associada.

VAMOS LÁ!

Faça um breve resumo da sua experiência/trajetória.

No primeiro momento, me encontrei em uma sala de aula com 60 alunos e apenas 4 meninas na faculdade.  Acabou que me senti um tanto tímida, até para trabalhos e grupos de estudo, mas os professores incentivam muito e acabei me acostumando com um ambiente assim, que, querendo ou não, nos segue da faculdade para o mercado de trabalho. Particularmente isso não atrapalhou o meu interesse pela área, pelo contrário, me incentivou á dar todo o apoio às mulheres que se interessam pela TI e acabam se sentindo intimidadas com a nossa minoria no ambiente.

Você acredita que as mulheres têm espaço no mercado de tecnologia em MG?

Por experiência própria, sim, pois o gênero não interfere na escolha do profissional.  Mas claro que hoje em dia, ainda podemos encontrar esse tipo de preconceito em algumas empresas.

Em sua opinião, o que falta para as mulheres terem mais espaço no setor de TI em nosso estado?

Falta a quebra do estereótipo de que a área de TI é mais destinada ao gênero masculino, o que acaba gerando uma falta de interesse e tirando a área das opções de graduação das mulheres.

Você identifica alguma diferença no mercado de tecnologia mineiro, ligada ao gênero dos profissionais que compõem e/ou lideram a empresa?

Infelizmente, ainda temos dificuldade de encontrar o gênero feminino em posições mais altas na área de TI no mercado de trabalho, mas não necessariamente pelo preconceito em si, e sim, por conta da escassez de mulheres nesse mercado.

Como conclusão, o que você sugere, para aumentar a presença feminina no mercado de trabalho mineiro?

Promover uma maior divulgação, com workshops e palestras no intuito de fomentar um maior interesse no público feminino para a área de TI. E assim quebrar o paradigma tão errôneo de que a área de TI é apenas voltada para os homens.